PROJETO CONSTRUIR UM FUTURO MELHOR

DO PROJETO:

Oferta de 25 vagas em turno oposto ao da escola, para adolescentes/alunos de escolas públicas do município para serem capacitados para o mercado de trabalho, recebendo ensinamento teórico e prático em Web Design & Cidadania, na Escola Duque de Caxias.

 

OBJETIVO GERAL:

Capacitar 25 adolescentes de escolas públicas do município, entre 14 e 17 anos, para o mercado de trabalho, dando-lhes as ferramentas tecnológicas e de comunicação, com ênfase em Designer Gráfico, necessárias e fundamentais para competir de igual pra igual neste mundo digitalizado e competitivo em busca do primeiro emprego.

 

OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

1. Aprender a utilizar as ferramentas e tecnologias da comunicação entendendo suas utilidades profissionais e perspectivas no mercado de trabalho.

2. Compreender o conceito de empregabilidade, sua relação com o mercado de trabalho e empreendedorismo, para ser um profissional ético e responsável.

3. Valorizar o convívio familiar, escolar e social, desenvolvendo as potencialidades pessoais e profissionais, inclusive com consciência ecológica, visando transformação em sua realidade social.

 

JUSTIFICATIVA:

Vendo a necessidade de encontrar jovens preparados para o mercado de trabalho e as alternativas de emprego crescendo na área da informática, atendimento ao público e vendas, buscamos parceria para implantar em nossa escola um projeto que viesse ao encontro das necessidades observadas.

Num segundo momento percebemos que essa oportunidade poderia ser direcionada para estudantes das escolas públicas do município, num processo de inclusão no ambiente escolar da Escola Duque de Caxias, da Rede Sinodal.

Assim sendo, desde o início firmamos parceria com o COMDICA – Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente e Prefeitura Municipal de Sapiranga e começamos a preparar o Projeto, seus conteúdos e objetivos focados na preparação para o mercado de trabalho.

Surgiu então o Projeto “Construir Um Futuro Melhor”, formando jovens e adolescentes na área da Informática & Cidadania.

Então, ao ver resultados tão expressivos na vida de adolescentes de baixa renda, oriundos de escolas públicas do município e carentes de oportunidades de aprendizado, temos a convicção de que as nove edições do Projeto Construir Um Futuro Melhor, realizadas anualmente desde 2009, tem cumprindo com seus objetivos e despertado o interesse de participantes a cada nova edição.

Assim, com o desejo de continuar construindo um futuro melhor para mais um grupo de adolescentes a margem de uma sociedade cada vez mais competitiva e informatizada, o Centro Sinodal de Ensino Médio de Sapiranga vê-se comprometido em dar continuidade a esse processo de formação pessoal e profissional oferecendo o Curso de Design Gráfico & Cidadania, num processo de inclusão nessa escola. São adolescentes encaminhados pelo Conselho da Criança e do Adolescente, pelo Conselho Tutelar, Promotoria Pública, enfim, candidatos comprovadamente carentes em seu contexto familiar, profissional e social e cuja oportunidade pode ser o divisor de águas em suas vidas, pois desenvolvem habilidades e atitudes através do conhecimento, tornam-se protagonistas de sua própria história e são encaminhados ao mercado de trabalho com uma nova história a partir de então, pois estão aptos a competir de igual prá igual por uma oportunidade de emprego, sentindo-se confiantes e preparados para os desafios naturais de quem ingressa nesse mundo informatizado, digitalizado e competitivo.

 

PÚBLICO ALVO / BENEFICIÁRIOS:

Seu público-alvo são 25 adolescentes, meninos e meninas, oriundos de escolas públicas do município e que ao final do Projeto estarão com um diferencial em seu currículo. Familiares conhecendo outra realidade e vendo que o jovem será protagonista de sua própria história, pois a oportunidade lhes foi dada, e todos se sentem envolvidos nesse processo.

 

ÀREA DE ABRANGÊNCIA:

Os alunos selecionados e/ou encaminhados por órgão públicos do município são originários de todos os bairros, pois o Projeto oferece vale-transporte para o deslocamento até a escola que está localizada no centro de Sapiranga.

           

METODOLOGIA:

Em laboratório de informática, com computadores individuais, os alunos receberão ensinamento e aulas práticas, cujas atividades correspondem a 60% do projeto e o restante serão conteúdos de cidadania com profissionais de diferentes áreas que atuam como voluntários e/ou contratados pela instituição, com aulas teóricas, práticas, lúdicas, pesquisas e visitas a locais relacionados com os conteúdos propostos, sempre com o objetivo de enriquecer em conhecimento e gerar mudança de atitudes.

O Projeto dispõe de sala de aula equipada com mesas, cadeiras, quadro e aparelho de TV/DVD para exibição de vídeos quando necessário. Pode também usufruir da sala de multimídia existente na escola, cujo espaço é usado para a aula inaugural, reunião de pais na primeira semana de curso e outras reuniões no decorrer do processo de aprendizagem.

A partir de então os participantes entendem o significado e a importância deste projeto na vida deles, pois é a oportunidade que estão tendo para mudar sua história, sendo protagonistas conscientes de seus direitos e deveres, buscando conhecimento para atuar no mercado de trabalho e fazer uma nova história para suas vidas.

Durante nove meses são ensinados e capacitados em Informática, com ênfase em Design Gráfico e aulas de cidadania.

Os alunos recebem uniforme, lanche diariamente e vale-transporte.

Os pais são convocados trimestralmente para uma reunião de avaliação de resultados.

Há uma parceria com o poder público e COMDICA, além de empresas privadas que no decorrer do curso são contatadas para suprir eventual necessidade que possa ocorrer, como por exemplo: cesta básica, remédios, óculos....e devido a grande aceitação da escola junto à comunidade, esta parceria é uma realidade em nosso meio.

É feito uma solenidade de formatura com a presença de todos os envolvidos no processo de formação desses adolescentes.

Ao final do projeto alguns são direcionados ao mercado de trabalho através de indicação e, de acordo com o interesse demonstrado no decorrer do curso, alguns são contemplados com bolsa de estudo para o curso técnico na própria instituição, dando continuidade ao processo de aprendizagem na área da informática.